A Bicicleta

Não tenha medo, andar de bicicleta é mais fácil do que você imagina e mais ainda torná-la como seu principal meio de transporte, economizando tempo e dinheiro, além de ganhar saúde física e mental. Além disso, durante suas pedaladas seu corpo produzirá um hormônio chamado endorfina, proporcionando momentos de prazer e bem estar. Cuidado, quando você menos esperar estará viciado nesse simples veículo. rs!

Aqui você encontra uma grande quantidade de informações e dicas, desde a compra a sua utilização no seu dia a dia, incentivando cada vez mais pessoas a pedalar na cidade, garantindo a (re)ocupação humana nas cidades e sua sustentabilidade.

Com isso, o projeto Pedais pelo Mundo pretende conscientizar as pessoas sobre o uso da bicicleta, garantindo mais segurança para todos os ciclistas.

Passo 1: A Bicicleta

Esta é uma dúvida que todos têm ao decidir voltar a pedalar, a primeira coisa que precisamos saber são os tipos de bicicletas existentes no mercado.

Tipos básicos:


         1. masculina                    2. feminina                      3. infantil                    4. transporte


             5. lazer                       6. esportiva                  7. dobráveis                    8. Carga

Nível de qualidade de uma bicicleta:

1. de supermercado / magazine 2. para principiante 3. para amador 4. para esportista 5. profissional

Variantes para uma bicicleta de conforto

1. preço 2. escolha correta: para que uso, tamanho e perfil correto do ciclista 3. distâncias de percurso 4. geometria do quadro 5. material usado na construção do quadro 6. diâmetro das rodas: quanto maior, mais confortável 7. qualidade das rodas e peças 8. tipo de pneu 9. qualidade do selim 10. geometria, tipo e qualidade da suspensão.

Sabendo dessas informações seguimos para o próximo passo;

Passo 2: Que Bicicleta comprar?

Infelizmente no Brasil não existe muitas bicicletas do tipo transporte, em geral elas são voltadas para o lazer e esporte(estrada e mountain bike), portanto para comprar um modelo com essa característica exigirá uma certa paciência na hora de procurar sua futura bicicleta.

Antes de mais nada, você precisa saber que existem tamanhos distintos de bicicletas e que a depender da sua altura exigirá um quadro compatível com sua ergonomia.

“Esta é, provavelmente, a informação mais importante para um iniciante, porque a compra de uma bicicleta boa, adequada e correta é um dos fatores que mais influenciam no tomar gosto pelo pedalar.

Subir numa bicicleta sem qualidade ou de tamanho errado é a certeza de sentir-se desconfortável e de ter mais um objeto empoeirando na casa.”

Quando pensar a compra:

REGRA ZERO!: Teste muitas bicicletas antes de optar por um modelo.

REGRA n° 1: O barato sai caro e cansa fácil. Se a marca da bicicleta for apenas um adesivo colado ao quadro, pense bem no que vai fazer.

REGRA n° 2: custo / benefício é a pergunta e será a resposta.

REGRA n° 3: Poucos podem ter uma Ferrari, mas qualquer um pode comprar uma bicicleta decente.

Se você não entende muito de bicicleta, fique sabendo que elas também estão sujeitas a Lei do Consumidor. Se for necessário, reclame! Ajude a melhorar o setor de bicicletas e a vida de todos ciclistas.

Evite comprar sua bicicleta em um supermercado ou magazine. Só numa bicicletaria é possível encontrar um atendimento especializado, o que resulta em uma simples diferença: pedalar com prazer.

Por isso, compre sua bicicleta em uma boa bicicletaria!

Uma boa compra é trabalhosa, mas vale a pena!

1. antes de mais nada, converse com vários ciclistas experientes

2. tenha claro qual o uso que será dado à bicicleta

3. teste o maior número de bicicletas que puder

4. faça uma pesquisa de mercado nas bicicletarias

5. pense em gastar 10% a mais; nunca 10% a menos

6. uma boa bicicletaria permite um breve teste

7. bicicleta ruim é a primeira causa do desestímulo ao uso da bicicleta

8. entre duas bicicletas semelhantes? a que tenha rodas melhores!

9. exemplo: se o selim não agradar, negocie a troca com a bicicletaria

A margem de lucro das bicicletarias costuma ser apertada, mas a qualidade de serviço não.

altura média do ciclista
metros
tamanho do quadro
Mountain Bike em polegadas
tamanho do quadro
Bici de Estrada em centímetros
1,50 14 48
1.60 16 50, 52, 54
1,70 17 ou 18 54, 55, 56
1,80 19 ou 20 57, 58
1,90 21 ou 22 60, 62

As bicicletas fabricadas no Brasil são, em sua maioria, tamanho 18 ou 19 polegadas.

Há algumas variações na forma utilizada pelos fabricantes para medir suas bicicletas. Portanto, é possível encontrar bicicletas de idênticas medidas, mas que por suas aparências, dão a idéia de tamanhos diferentes.

Abaixo ilustramos duas sugestões para o ajuste de sua bicicleta:

1) Sugestão para bicicletas sem amortecedor

Ajuste de selim: Três dedos abaixo, partindo da parte mais alta do osso da bacia, na lateral do corpo.

Distância entre a ponta do selim e a caixa de direção da bicicleta é igual a distância do cotovelo às pontas dos dedos indicador e anular do ciclcista.

2) Sugestão para bicicletas em geral

A altura do cavalo x 0,88 é igual a medida do selim até o centro do eixo do movimento central da bicicleta, conforme o desenho. Os pés devem estar descalços e o ciclista deve estar vestido com a roupa que habitualmente utiliza para pedalar.

Perguntas Freqüentes:

1. As bicicletas são todas iguais?

Absolutamente não! Mesmo que duas bicicletas sejam aparentemente iguais, mas originadas de fábricas diferentes, provavelmente têm um desempenho diferente.

2. Por que não vale a pena comprar uma bicicleta bem baratinha?

Porque a baixa qualidade da bicicleta é uma das principais razões para o desestímulo de pedalar. Por isso há tantas bicicletas empoeiradas nas garagens.

3. E bicicleta usada?

O problema de bicicleta usada é, principalmente, o estado das peças. Caso necessite muita troca, o negócio sairá mais caro que uma nova.

4. Como saber se uma bicicletaria é boa?

Limpeza, ordem, produtos bem expostos, grande variedade de produtos, atenção do vendedor, respostas claras e precisas, possibilidade de pequeno teste da(s) bicicleta(s). Caso não possam atendê-lo prontamente no produto procurado, tentarão encontrá-lo ou indicarão o local adequado para a compra.

Uma boa bicicletaria respeita a concorrência e não a encara como inimiga. Entre as melhores delas, há uma noção clara de que sua finalidade comercial é, antes de tudo, aumentar o número de ciclistas felizes. Negociante correto age com ética e não empurra qualquer produto somente para realizar uma venda.

Uma boa bicicleta (Vale para todas as bicicletas)

Quadro e garfo: Componentes:
1. fundamental: o barato sai caro! o barato cansa! o barato quebra fácil! o barato não é seguro… 1. fundamental: o barato sai caro! o barato cansa! o barato quebra fácil!..
2. a bicicleta mais bonita não é necessariamente a melhor. 2. o número de marchas não importa; importa a precisão
3. há uma bicicleta para cada uso. 3. o sistema de acionamento de marchas é o que você preferir
4. há uma modelo para cada ciclista. 4. a marca dos componentes não importa – importa a qualidade
5. o que parece ser mais leve nem sempre é de fato mais leve. 5. dê preferência a componentes em alumínio forjado, pelo menos
6. há um tamanho certo de bicicleta para cada ciclista. 6. bons componentes permitem ajustes variados e precisos
7. há uma geometria de quadro e garfo apropriada para cada ciclista. 7. rodas: quanto mais leves e fortes, melhor
8. há diferentes tipos de tubos e materiais para construir o quadro. 8. aros: perfeitamente alinhados e sem trancos na frenagem
9. a única coisa que importa é a qualidade geral, a precisão. 9. pneu: leve, alinhado, permite pressão alta
10. boa bicicleta permite ajustes finos 10. câmara: se possível, leve e, que demore meses para murchar
11. cada bicicleta tem características próprias, como uma alma 11. sistema de freio: acionamento gradual e poder de frenagem total
12. quanto melhor a suspensão, mais macio o acionamento 12. pedal: opte pelo que lhe for mais cômodo
13. quanto melhor a suspensão, menor a folga  
14. boa referência de qualidade de um quadro: o canote de selim deve subir e descer livre, sem arranhões  

 

Preços

O mercado de bicicletas pode ser dividido em quatro categorias básicas estabelecidas pelo preço. Os patamares de preço estão colocados em “dolar” por sua relação com o mercado internacional de matéria prima e de peças:

1. bicicletas de supermercado ou magazines – até algo em torno de R$ 200,00 no máximo

2. bicicletas para iniciantes: de R$ 250,00 a R$ 500,00.

3. bicicletas para esportistas amadores: R$ 500,00 a R$ 2.000,00 (ou mais)

4. bicicletas profissionais: o quanto seu bolso puder pagar.

A Escola de Bicicleta recomenda a compra de uma bicicleta a partir do nível de iniciantes R$ 250,00. O custo a médio e longo prazo será menor que de um modelo que custe menos de R$ 200,00.

Portanto, se tiver condições compre bicicletas de nível amador, eu recomendo!

Parte das informações acima tiveram embasamento nos textos do Projeto Escola de Bicicleta e disponibilizado com autorização para o Projeto Pedais pelo Mundo.

Veja a segunda parte: Pedalando na Cidade

Be Sociable, Share!

Comments are closed.